1. A XXX Assembleia Geral da CIRP decorreu no Centro Paulo VI, em Fátima, no dia 29 de junho de 2020. Devido à situação de pandemia do coronavírus Covid-19, a Assembleia reduziu o tempo dos trabalhos a um dia e foi exclusivamente para superioras e superiores maiores ou equiparados, consistindo o seu programa fundamentalmente na eleição da nova direção.

 

2. Na sua palavra de abertura, o presidente da CIRP, Padre José da Silva Vieira, começou por saudar os presentes, referindo-se à dura experiência de confinamento e distanciamento social como, igualmente, um tempo de graça, um tempo kairológico, onde se terá distendido a atenção a Deus e aos outros; vivência em sobriedade feliz. A Internet, por seu lado, revelou-se nas suas características de meio de relação e evangelização. Cortámos no espaço e ganhámos no tempo, sentindo a presença do Ressuscitado numa Páscoa em confinamento.

Expressou solidariedade com os mais de 10 milhões de infetados e apelou ao silêncio orante pelas vítimas. Congratulou-se com os gestos de entrega e comunhão por parte de muitos voluntários.

Agradeceu a colaboração ao longo do triénio e invocou a bênção de S. Pedro e S. Paulo sobre cada uma e cada um, especialmente sobre aqueles que irão constituir a direção ao longo dos tempos difíceis de pós-pandemia.

 

3. Foram dadas algumas indicações específicas com vista ao discernimento para eleição da direção e seguiu-se o trabalho de grupos, cujas linhas de ação foram sintetizadas do seguinte modo:

  • Dar atenção aos sinais destes tempos imprevisíveis, conjugando maleabilidade e firmeza;
  • Revalorizar a ecologia integral, na linha da Laudato Si’;
  • Testemunhar a Vida Consagrada para o despertar de Deus na juventude, tendo em vista as Jornadas Mundiais da Juventude, em 2023;
  • Reforçar os meios de comunicação social e as plataformas digitais;
  • Valorizar a internacionalidade e a intercongregacionalidade;
  • Que as consagradas e os consagrados se coloquem na linha da frente diante da nova normalidade.

 

4. A tarde iniciou com a sessão eletiva. A nova direção da CIRP ficou assim constituída:

Presidente: Irmã Maria da Graça Alves Guedes (Religiosas do Amor de Deus);
Vice-Presidente: Padre Pedro Alexandre Simões Gouveia Fernandes (Missionários Espiritanos);
Vogais: Irmã Natália Maria Areias da Rocha (Aliança de Santa Maria), Padre Adelino Ascenso (Sociedade Missionária da Boa Nova) e Irmã Alzira Rodrigues Ferreira (Dominicanas de Santa Catarina de Sena).

Agradecemos à equipa cessante o empenho demonstrado ao longo destes últimos anos e expressamos igualmente a nossa gratidão pela disponibilidade daqueles que agora iniciam, desejando bom trabalho na orientação desta barca de consagradas e consagrados de Portugal.

Procedeu-se à nomeação do Conselho Fiscal, que ficou assim constituído:
Presidente: Irmã Maria da Conceição Oliveira Fernandes (Irmãs de São João Baptista e de Maria Rainha);
Secretário: Padre Tiago Martinho Alberto (Agostinhos)
Vogal: Irmã Maria de Fátima Machado (Irmãs de São José de Cluny)

 

5. Foram elencados alguns assuntos e informações da vida da CIRP: Colaboração da CIRP para a JMJ, Lisboa, 2023; Assembleia Geral da UCESM; ponto da situação sobre História Global da Missionação.

 

6. A Assembleia Geral da CIRP saúda o novo presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, D. José Ornelas Carvalho, bispo de Setúbal, e o Padre Manuel Joaquim Gomes Barbosa, reconduzido no cargo de secretário da mesma CEP.

 

7. Uma palavra de agradecimento aos profissionais de saúde e de segurança pelo seu esforço relativo ao controlo da Covid-19 e à proteção dos infetados.

 

8. Reforçamos a nossa solidariedade para com aquelas e aqueles que sentiram a solidão originada pela impossibilidade de visita dos entes queridos hospitalizados, assim como destes de a não poderem receber, forçando à dolorosa situação de lágrimas adiadas. Que estes tempos difíceis nos ajudem a valorizar os pequenos gestos e a encontrar neles serenidade esperançosa.

Fátima, 29 de junho de 2020