As Irmãs Missionárias do Espírito Santo e do Imaculado Coração de Maria, encontram-se a celebrar 100 da fundação da Congregação e 80 anos da chegada a Portugal.

Foi na festa da Epifania de 1921, na Lorraine – França, que nasceu esta Congregação Missionária, fundada por Eugénie Caps, uma jovem de 28 anos e duas companheiras. A fundadora recebe o Carisma por revelação Divina e encontra providencialmente, a Espiritualidade que deve animar as suas irmãs, nos escritos do Pe.  Libermann, fundador da Sociedade do Sagrado Coração de Maria, que  em 1848 foi  integrada na Congregação do Espírito Santo.

As irmãs Espiritanas querem não só fazer memória agradecida duma história centenária, mas renovar o seu compromisso missionário de mulheres consagradas e evangelizadoras, com os irmãos de hoje: «a nossa Missão orienta-se para os povos que nunca ouviram ou mal ouviram a Mensagem do Evangelho » (R.V. nº 10).  O Papa Francisco não cessa de dizer à Igreja para se tornar mais apaixonada por Deus, pela missão, pelos pobres, pelas periferias, por aqueles de quem ninguém se ocupa e que estão à margem. Esta interpelação tem um eco particular no coração das Espiritanas, porque toca o âmago do seu Carisma. “A nossa vocação própria é de ser enviadas no seguimento de Jesus Cristo, ao serviço da evangelização, dos povos cujas necessidades são muito grandes e que são os mais abandonados na Igreja de Deus” R.S. 4.

Depois de terem celebrado e vivido, este ano de Graça, em cada uma das paróquias onde se encontram e com os grupos que acompanham fazem o encerramento deste Ano Jubilar aos pés de Maria, em Fátima, a 08.01.2022.